Um blog do Travellerspoint

Inglaterra

Dia 13 - Londres

overcast 20 °C

Peguei o metrô para ir em Notting Hill, bairro que ficou famoso no filme "Um lugar chamado Notting Hill", com Hugh Grant e Julia Roberts.

DSC00954.jpg

Ainda em Notting Hill, a Portobello Road, com suas casas coloridas. Aos domingos, é nesta rua que acontece a famosa Portobello Road Market, uma feira de antiguidades.

DSC00956.jpg

Fui para a estação de Paddington pegar um trem para a cidade de Windsor, pois queria conhecer o Castelo de Windsor. Achei complicado comprar passagem para lá. Não havia máquina de auto-atendimento para venda de passagens, e no setor de informações não me informam direito qual trem deveria pegar. Comprei a passagem na bilheteria e embarquei neste trem:

DSC00963.jpg
DSC00960.jpg

Depois de um tempo, comecei a desconfiar que tinha algo de errado, pois Windsor é próxima a Londres, e a viagem estava demorando. O trem fez uma parada na cidade de Reading, e depois chegou a....Oxford !!! Sim, mais uma vez eu havia embarcado no trem errado. Agora eu tinha um complicador: para desembarcar na estação, era necessário apresentar a passagem. Como eu estava com a passagem errada, poderia tomar uma multa de 50 libras. E eu não estava com esse dinheiro na carteira. Ou seja, poderia me meter em encrenca. Desembarquei do trem, mas não podia sair da estação. Fiquei esperando o trem de volta para Londres, que chegou em 20 minutos. No trajeto de volta, fiquei torcendo pra não aparecer nenhum fiscal pedindo a passagem, senão era multa na certa !! Mas felizmente deu tudo certo. Só que com essa, eu perdi 3h, e não dava mais tempo de ir para Windsor, pois o Castelo fechava às 17h.

Resolvi ir no British Museum, um dos maiores e mais importantes museus de história e arqueologia do mundo. E o melhor, ele é gratuito !

DSC00964.jpg
DSC00965.jpg
DSC00966.jpg
DSC00968.jpg
DSC00969.jpg
DSC00970.jpg
DSC00971.jpg

A Virgin Megastore na Picadilly Circus:

DSC00976.jpg

O clássico ônibus de 2 andares:

DSC00978.jpg

Westminster Abbey, onde os monarcas britânicos são coroados:

DSC00981.jpg

Meu vôo para Istambul era as 7h da manhã. O primeiro metrô era as 5h da manhã, e achei que ficaria meio apertado para pegar o vôo no longínquo aeroporto de Heathrow. Não tive outra alternativa: voltei pro albergue à meia-noite, tomei um banho, peguei a mochila fui pro aeroporto passar a noite lá.

Publicado por alexpt 15:00 Arquivado em Inglaterra Comentários (1)

Dia 12 - Londres

overcast 22 °C

Acordei cedo e fui voando pro Palácio de Buckingham pra conseguir pegar um lugar bom pra ver a troca da guarda. As 9h a frente do palácio já estava lotada.

Pontualmente às 10h os soldados chegaram:

1DSC00887.jpg
0DSC00888.jpg
DSC00890.jpg
DSC00892.jpg

Video que gravei da troca da guarda:

O Lago do Hyde Park:

2DSC00894.jpg
DSC00896.jpg

A famosa e tradicional loja de departamento Harrod's:

DSC00900.jpg

Fui no Science Museum e depois na Tower of London, uma fortaleza às margens do Rio Tâmisa:

DSC00902.jpg
DSC00904.jpg
DSC00905.jpg
0DSC00906.jpg
DSC00907.jpg
DSC00910.jpg
4DSC00915.jpg
DSC00926.jpg
9DSC00937.jpg
DSC00942.jpg

Um dos cartão-postais de Londres, a Tower Bridge:

DSC00931.jpg
DSC00935.jpg
DSC00940.jpg

Do outro lado da Tower Bridge, uma área com prédios comerciais modernos:

DSC00943.jpg

A Tower Bridge iluminada à noite:

DSC00946.jpg

Publicado por alexpt 15:00 Arquivado em Inglaterra Comentários (0)

Dia 11 - Londres

sunny 21 °C

Acordei e tomei café da manhã no apertado refeitório do albergue. As espanholas do meu quarto tinham ido embora, e o restante da galera era meio estranha e anti-social. Não fiz mais nenhuma amizade lá.

Saí pra pegar o metrô. No caminho, como eu estava com a camisa do Flamengo, fui reconhecido por um brasileiro que trabalhava como "homem-placa" na calçada da Tottenham Court Road. Ele perguntou se eu sabia quanto tinha sido o jogo, e contou que morava em Londres há 1 ano. Fiquei impressionado com a quantidade de brasileiros lá. Andando pelas ruas, você escuta português com frequência.

Peguei pela primeira vez o "Underground" (metrô) e saltei no Green Park, que é um dos maiores parques de Londres:

9DSC00831.jpg
DSC00832.jpg

O Buckingham Palace, residência da família real britânica:

DSC00833.jpg

Para visitar a parte de dentro do palácio, tinha que pagar quase 30 libras, caríssimo ! Mas paguei mesmo assim. Fiquei impressionado com o luxo e com a beleza dos amplos cômodos do palácio. Logicamente que nem todos podiam ser visitados.

Esta é a parte de trás do palácio:

2DSC00838.jpg

O Hyde Park é um dos maiores parques de Londres. Nos dias de sol, fica lotado:

DSC00839.jpg

Fui depois no Museu de Cera Madame Tussaud's, muito legal. No caminho, fui abordado por um inglês na calçada, que reconheceu o manto sagrado:

<inglês> - Is this Flamengooouu ?
<eu> - Yes !
<inglês> - Nice ! I remember it won the world cup in 1981, beating Liverpool ! Zico was amazing !

É....bons tempos !!!

A próxima parada foi a London Eye, uma das maiores rodas gigantes do mundo, com 135m. Tem 32 cápsulas para 25 pessoas cada, e uma volta completa demora 30 minutos. A vista lá de cima é muito legal !!

DSC00855.jpg
DSC00856.jpg
DSC00857.jpg
DSC00859.jpg
DSC00860.jpg
DSC00867.jpg

Video que gravei na London Eye:

O Big Ben e o Parlamento visto do outro lado do Tâmisa:

DSC00869.jpg

Dei uma volta pela Leicester Square, onde comi no Burger King. Ali próximo fica Chinatown, o bairro chinês. A marca registrada dele são os restaurantes com patos pendurados na vitrine:

DSC00874.jpg

O portal de entrada de Chinatown:

DSC00875.jpg

Um coreto:

DSC00879.jpg

Um dos principais passatempos dos ingleses é fazer apostas para jogos de futebol em casas especializadas, como esta da foto. Você pode apostar o placar, o primeiro jogador a fazer gol, e a combinação dos dois (placar e primeiro gol).

DSC00880.jpg

O Picadilly Circus iluminada à noite:

2DSC00881.jpg

Video do Picadilly Circus à noite:

Voltei pro albergue pra dormir cedo, para conseguir ver a troca da guarda no Buckingham Palace às 10h.

Publicado por alexpt 15:00 Arquivado em Inglaterra Comentários (1)

Dia 10 - Berlim - Londres

overcast 21 °C

Acordei às 8h, tomei café da manhã no albegue, e parti pro aeroporto. O vôo pra Londres decolou às 10:20, e 1h depois estava aterrisando no aeroporto London Luton.

Todos os passageiros não-europeus vindos de outros países da União Européia tem que passar pela imigração ao chegar ao Reino Unido. Um saco. E eles são cheios de restrições com brasileiros. Também pudera, são muitos os brasileiros ilegais morando no Reino Unido, e quem acaba pagando o pato é quem só quer fazer turismo.

A policial da imigração foi breve nas perguntas e nem encheu muito o saco. Perguntou quanto tempo eu ia ficar, onde eu ia ficar, e pra onde eu iria depois. Mostrei minha passagem pra Istambul e pronto. Não durou nem 3 minutos. Eles implicam mais com as mulheres brasileiras jovens, bonitas e desacompanhadas, pois a quantidade de prostitutas brasileiras que vão para lá é muito grande.

Esse aeroporto fica bem afastado da cidade, e não tem ligação ferroviária. Peguei uma van da empresa aérea, que me deixou bem no centro de Londres. Acho muito esquisito essa história de volante no lado direito, e mão inglesa. Não sei se eu conseguiria me acostumar a dirigir nesse esquema.

A primeira coisa que fiz, antes mesmo de chegar no albergue, foi trocar euros por libras numa casa de câmbio.

O albergue se chamava Astor Museum Inn Hostel, e ficava na Montague Street, em Bloomsbury, região nobre de Londres, bem ao lado do British Museum. O albergue em si não era grandes coisas, e foi caro (16 libras = 30 dólares a diária), mas a localização compensou e muito.

No quarto do albergue conheci duas espanholas de Barcelona bem gatas e gente boa. Ficamos conversando um pouco e depois elas foram almoçar.

Na primeira caminhada pela cidade, passei pela Tottenham Court Road, uma das principais avenidas do centro de Londres:

DSC00786.jpg
DSC00787.jpg

Este é o Picadilly Circus, uma praça com painéis iluminados e bastante movimento a qualquer hora do dia. Gente de todo o tipo passa por ali: turistas com viseira e câmeras penduradas no pescoço, punks, lésbicas cheias de tatuagem e piercings, executivos engravatados, patricinhas, mulheres islâmicas com burca, indianos, japoneses, etc. Parar alguns minutos e ficar observando as diferentes "espécies" passando é como ver um resumo do mundo !!

DSC00788.jpg
DSC00791.jpg

A Trafalgar Square:

DSC00793.jpg

National Gallery (museu) na Trafalgar Square:

0DSC00795.jpg
DSC00797.jpg

Comprei meu almoço (massa fria com salada e um suco) num supermercado próximo dali. Sentei num banquinho da praça pra comer.

As cabines inconfundíveis:

1DSC00798.jpg

Convent Garden, que é um pequeno shopping com restaurantes, bares e lojas. O interessante neste lugar é que sempre tem muitos artistas de rua fazendo performances diferentes.

7DSC00799.jpg
DSC00800.jpg
DSC00803.jpg
6DSC00806.jpg
DSC00813.jpg

O Rio Tâmisa (River Thames) com a London Eye e o Big Ben ao fundo:

DSC00814.jpg

London Eye, uma roda gigante de 135 metros que é uma das maiores do mundo. Tem 32 cápsulas para 25 passageiros cada, e uma volta completa demora 30 minutos.

DSC00817.jpg

Big Ben:

DSC00818.jpg
DSC00819.jpg

O espetacular pôr-do-sol com a vista do Parlamento e Big Ben:

DSC00820.jpg

Downing Street, onde mora o Primeiro Ministro:

8DSC00824.jpg

Big Ben:

DSC00826.jpg

A cabine telefônica clássica:

DSC00827.jpg

Para dar uma volta nos ônibus de 2 andares, é necessário comprar a passagem nestas máquinas. Há uma delas em cada ponto de ônibus. Dei uma volta no ônibus clássico (no 2o andar, claro !), que estava bem vazio. Desci poucos quarteirões depois, pois não sabia para onde ele estava indo, e eu poderia me perder facilmente.

3DSC00828.jpg

Dei mais uma volta no Picadilly Circus, que a noite era bem mais bonito, com aqueles painéis todos iluminados. Comi um sanduba no Burger King, e voltei pro albergue.

Publicado por alexpt 15:00 Arquivado em Inglaterra Comentários (1)

(Textos 1 - 4 de 4) Página [1]