Um blog do Travellerspoint

Noruega

Dia 14 - Tromsø - Paris

overcast 11 °C

Acordamos cedo (9h), pedimos um taxi e fomos pro aeroporto.

Nos despedimos de Tromsø às 11:30, quando decolou nosso vôo de volta para Oslo.

Tromsø se revelou a grande furada da viagem. Passamos 3 noites lá, não vimos quase nada de interessante, choveu quase que o tempo todo, e não conseguimos o nosso objetivo maior, que era ver o sol da meia-noite. Pelo menos valeu pela sensação de ver a claridade 24h por dia. Mas se pudesse voltar no tempo, deixaria mais um dia para Bergen (pois não tivemos tempo pra fazer o passeio pelos fjords) e o resto passava na Suécia (terra das deusas) ou conheceria a Dinamarca, que é ali do lado.

2h de vôo, e mais 5h de espera no aeroporto de Oslo. Embarcamos para Paris, onde chegamos às 21h. Gastamos um dia inteiro viajando. Desembarcamos no aeroporto de Orly, e pegamos o metrô. Dentro do vagão, um grupo de brasileiros (mineiros) puxou papo com a gente quando eles viram a gente falando português. Saltamos na estação Laumière, nas proximidades do nosso albergue (St Christopher's Inn). Era perto da Gare du Nord e do Parc de la Villette.

Ao sair da estação de metrô, ficamos muito bolados, porque só tinha figura estranha na rua. Uma galerinha com cara de bandido, que ficava parada nas esquinas. Pra piorar, já estava escuro e não conseguíamos encontrar a rua (Quai de la Seine). O lugar era meio esquisito. Lixo nas ruas, orelhões quebrados, mendigos. Perguntei pra um cara onde era a Quai de la Seine, e ele disse que estava perto, faltando apenas 2 quarteirões. Mas no caminho, vimos um grupo de elementos altamente suspeitos numa esquina, e resolvemos dar meia-volta. Nosso instinto de sobrevivência brasileiro falou mais alto. Demos uma volta maior, mas conseguimos finalmente achar o albergue, que por sinal era muito bom !! Era bem novo, grande, limpo, organizado e animado. Ocupava um prédio de 6 andares.

Fomos tomar banho, e saímos pra comer algo. Muitos restaurantes já haviam fechado. Encontramos um kebab aberto (sempre eles, os kebabs, salvando a nossa pele !!).

Voltamos pro albergue e ficamos um tempo no bar, que ficava no térreo. Tomamos umas cervejas e fomos dormir, pra acordar cedo no dia seguinte.

Publicado por alexpt 14:00 Arquivado em Noruega Comentários (0)

Dia 13 - Tromsø

overcast 10 °C

Acordamos tarde. Pela janela, a decepção: mais um dia nublado. Pelo menos não estava chovendo. Era a nossa última chance de ver o sol da meia-noite, pois no dia seguinte estávamos indo embora de manhã.

Fomos caminhando pro centro. Comemos no 7-Eleven um calzone por 29 coroas suecas (10 reais). Era o que tinha de mais barato para se comer na cidade.

Europa_2008_384.jpg

Caminhando pela Storgata (a principal rua do centro da cidade), VIMOS UMA BRASILEIRA !!!! Até ali, no extremo norte da Noruega, quase no Polo Norte, tinha brasileiro !!! Ela passou apressada na calçada falando em português no celular, e não deu pra abordá-la.

Esta construção em forma de dominó é o Polaria, que é o Oceanário da cidade.

Europa_2008_386.jpg

A maior atração do Polaria foi o show das focas:

CIMG0974.jpg

Uma praça:

Europa_2008_388.jpg

A vista do cais:

Europa_2008_389.jpg

O shopping da cidade:

Europa_2008_391.jpg

Vendedor de "reker" (camarão):

Europa_2008_392.jpg

Edifício comercial com muitas empresas:

Europa_2008_394.jpg

Fomos caminhando pela ponte que liga a ilha de Tromsø ao continente.

Esta é a cidade vista de cima da ponte. O albergue ficava na parte alta da ilha.

Europa_2008_395.jpg

A Catedral Ártica:

Europa_2008_398.jpg

Edifícios residenciais:

Europa_2008_400.jpg

Casas de madeira sem nenhum muro ou grade:

Europa_2008_402.jpg

Nossa idéia era pegar o telefério para subir até Storsteinen, uma montanha com 420m de onde se tem uma vista bonita de toda a região. O problema é que havia um nevoeiro muito baixo, e não dava nem para ver a montanha direito. Não valeria a pena subir e ficar sem ver nada. Acabamos desistindo.

Estação de subida do teleférico com o nevoeiro baixo:

Europa_2008_403.jpg

Voltamos pro albergue, tomamos banho, comemos e partimos pra night. Já eram 22h e nada do tempo abrir. Já estávamos perdendo as esperanças de ver o sol da meia-noite.

Encontramos um bar maneiro no centro da cidade. Estava vazio ainda, mas não pagava nada pra entrar e a cerveja era "barata" (40 coroas suecas = 13 reais).

CIMG1030.jpg

Tomamos algumas cervejas e depois subimos pra pista de dança, que ficava no andar de cima. Para nossa surpresa, estava BOMBANDO !!! Só gatas !!!

CIMG1032.jpg

As 2 da manhã, no melhor da noite, acenderam as luzes, cortaram o som, e todo mundo foi embora. O engraçado é que só eu e o Novello ficavamos inconformados com aquilo. As pessoas pareciam acostumadas a virar abóbora cedo.

Um vídeo que gravamos na hora que acenderam as luzes !!!

Sair da night e ver a claridade na rua era uma sensação muito esquisita. O corpo perde totalmente a noção do que é cedo e do que é tarde.

Voltamos caminhando até o albergue.

Uma foto que tirei em frente a placa do albergue, depois que voltamos da night. Essa foto foi tirada às 1:40 da manhã !!! Olha a minha cara de quem tomou várias cervejas, hehehe.

CIMG1043.jpg

Publicado por alexpt 14:00 Arquivado em Noruega Comentários (0)

Dia 12 - Tromsø

overcast 12 °C

Acordamos meio tarde. Outro dia chuvoso e frio.

Fomos caminhando até um supermercado que ficava a uns 500m do albergue.

No caminho, muitas casas de madeira e carrões. O padrão de vida dos moradores da cidade era bem alto, e as diferenças sociais eram pequenas. Todos pareciam pertencer a uma grande classe média-alta.

Europa_2008_382.jpg

Fiquei impressionado com o tamanho do supermercado, considerando que a cidade tem apenas 60 mil habitantes.

Fizemos umas compras lá, pois comer fora na Noruega é muuuito caro. Compramos cerveja norueguesa, pão, suco, caviar, queijo, presunto e lasanha.

Na hora de pagar, o inusitado: a caixa ia passando as compras, mas não tinha ninguém pra empacotar, e não tinha sacola plástica pra gente ir empacotando. Pagamos e ficamos esperando a caixa dar as sacolas pra gente empacotar, ou ela mesma fazer isso. Mas nada feito. Durante uns segundos, ela ficou olhando pra gente, achando estranho aquilo, e a gente ficava olhando pra ela sem entender. Perguntamos pela sacola, e ela falou que tinha que pagar !!! Na verdade, era uma bolsa plástica bem grande e reforçada, que as pessoas compravam uma vez só e levavam sempre pro supermercado quando faziam compras.

Na volta, a chuva começou a apertar. Chegamos ensopados no albergue.

Nosso andar no albergue tinha uma cozinha bem equipada a disposição dos hóspedas (com geladeira, fogão, talheres, panelas, e micro-ondas). Nosso café da manhã foi pão com pasta de caviar e suco. A pasta de caviar vinha num tubo parecido com pasta de dente:

Europa_2008_385.jpg

A chuva deu uma melhorada. Descobrimos um ponto de ônibus em frente ao albergue, e tinha uma placa com os horários. Estava chegando um em 5 minutos. Chegou exatamente em 5 minutos ! Impressionante ! Ao subir no ônibus, pagamos a passagem direto pro motorista, e ele foi bem simmpático, ficou puxando conversa com a gente. Perguntou de onde somos, e quando falamos Brasil, ele disse com empolgação: "Ah ! Carnival ! Soccer ! Copacabana !!!" heheheh.

Descemos no centro da cidade. Fomos num cyber café, onde o Novello ligou novamente para a empresa sueca de trens pra saber se eles já haviam enviado a pasta dele pelo correio. A atendente avisou que sim. Menos mal.

Voltamos caminhando pro albergue, assamos a lasanha e comemos.

Nossa maior espectativa era sobre o sol da meia noite. No dia anterior ele não apareceu, porque estava nublado. O tempo não havia melhorado e mais uma vez não conseguimos ver o sol.

De novo começou a chover. Desanimamos de sair na chuva. Um taxi até o centro seria caro, e nem sabiamos se teria algo aberto. Ficamos até tarde tomando cerveja na sala de estar do nosso andar, onde conhecemos uma holandesa meio esquisitona.

Publicado por alexpt 14:00 Arquivado em Noruega Comentários (0)

Dia 11 - Bergen - Tromsø

rain 12 °C

Acordamos às 10h. Fomos no Escritório de Turismo pedir reembolso do passeio "Norway in a Nutshell" que havíamos comprado, pois era um passeio de um dia inteiro e não daria tempo de pegar o nosso vôo para Tromsø às 16h. Uma pena não ter rolado esse passeio, porque é um dos que mais valem a pena na Noruega.

Pouco depois, ao meio-dia, pegamos o ônibus pro aeroporto em frente ao Bryggen. Estava chovendo muito e chegamos encharcados no ônibus.

O vôo partiu às 16h, e fez conexão em Oslo. De lá até Tromsø foram mais duas horas de vôo.

Tromsø é uma cidade de apenas 62 mil habitantes que fica numa ilha a 1700km ao norte de Oslo, acima do Círculo Polar Ártico. Para ter uma ideia do que é isso, a base brasileira na Antártida fica numa latitude menor que essa cidade, no hemisferio sul. Apesar de estar tão ao norte, não faz tanto frio quanto na Antártida. O clima é equilibrado pela Corrente do Atlântico Norte e pela proximidade do mar. No inverno, neva muito lá, mas dificilmente faz menos que -10 graus. No verão, a temperatura varia de 5 a 15 graus.

Fomos parar neste lugar tão remoto para ter uma experiência única: ver o sol da meia-noite !!! Entre 18 de maio e 26 de julho, o sol se mantém acima da linha do horizonte. São quase 2 meses sem noite. De 21 de novembro a 15 de janeiro, o sol fica abaixo da linha do horizonte, ou seja, é noite 24 horas por dia. Tromsø é um dos melhores lugares para observar a Aurora Boreal, nos meses em que há noite.

Apesar de ser pequena, Tromsø tem total infra-estrutura: empresas, porto, aeroporto, shopping, restaurantes, universidade, lojas, bancos, museus, uma intensa programação cultural, etc. Tromsø tem a universidade, a cervejaria, o planetário, e o jardim botänico mais ao norte do mundo.

A melhor maneira de chegar lá a partir de Oslo é de avião (2h de vôo). De trem, são 8h até Trondheim, e mais 10h até Bodø. A partir de lá, só de ônibus (7h até Narvik, mais 4h até Tromsø), totalizando 29h de viagem, sem contar o tempo gasto nas baldeações !!! Muito sinistro !!!

Desembarcamos lá às 21h. Fazia um frio de 7 graus e um vento congelante. Ficamos esperando um taxi em frente ao saguão de desembarque. Tinha até uma "sala de espera" na calçada, onde as pessoas esperavam o taxi protegidas do vento frio. Fico imaginando como deve ser no inverno...

Chegou nosso taxi. Um Mercedes novo em folha. Ferrou ! Hora de ir à falência. Não tínhamos muita alternativa. Entramos. O trajeto até o albergue foi de apenas 4Km. O taxímetro ultra-moderno (com GPS) mostrava o preço da corrida: 100 coroas norueguesas (cerca de 33 reais). Caro, mas longe de ser uma fortuna.

O albergue (Tromsø Hosteling International Hostel) era um prédio de 7 andares. Foi o albergue mais caro da viagem (38 euros a diária, por pessoa), mas ficamos num quarto só para a gente.

Europa_2008_371.jpg

O quarto do albergue:

Europa_2008_368.jpg

A vista da janela do quarto:

Europa_2008_369.jpg
Europa_2008_370.jpg

A paisagem em frente ao albergue: casas de madeira e montanhas nevadas. Detalhe: essa foto foi tirada às 23:20 !!!

Europa_2008_373.jpg

O albergue ficava no alto de uma colina, a cerca de 2Km do centro. Dava 40 min de caminhada descendo a colina por ruas íngremes, com belas casas de madeira.

Europa_2008_374.jpg

O sol da meia-noite !!!! Esta foto foi tirada às 00:04 ! A sensação de claridade total quando é meia-noite é bem diferente. O corpo perde totalmente a referência das horas do dia. Essa foto foi tirada na Storgata, principal rua do centro de Tromsø. Na verdade não vimos o sol porque estava nublado, mas só a sensação de ver a claridade de madrugada era única !

Europa_2008_376.jpg

A ultramoderna biblioteca municipal:

Europa_2008_377.jpg

A vista do porto e da ponte que liga a ilha onde fica Tromsø ao continente:

Europa_2008_378.jpg

Estávamos famintos. Ficamos uns 20 minutos pelo centro da cidade procurando um restaurante ou lanchonete que estivessem abertos, mas estava tudo fechado. Esquecemos que estávamos numa cidade pequena. Eu juro que pagava 50 reais por um "podrão" bem suculento, como aqueles que estamos acostumados a ver de madrugada nas ruas brasileiras. Eis que conseguimos encontrar uma lanchonete salvadora !!! Era um Kebab, de turcos !!! Sempre eles, os Kebabs, salvando os mochileiros nas horas de perrengue, até no extremo norte da Noruega !

Pedi o maior kebab que tinha lá. Foi meio caro (cerca de 30 reais), mas estava muito bom, e devorei em poucos segundos. Olha o tamanho da criança:

Europa_2008_381.jpg

Não tinha nada para fazer na cidade. Era uma terça-feira. As ruas estavam desertas e não tinha um pub sequer aberto.

Voltamos pro albergue (mais 40 min ladeira acima !) e fomos dormir.

Publicado por alexpt 14:00 Arquivado em Noruega Comentários (0)

Dia 10 - Bergen

rain 12 °C

Estava frio e chovendo. Não dava nem vontade de sair da cama. Só fomos levantar depois de meio-dia. Tomamos um banho, e aproveitamos que a chuva tinha diminuido pra dar uma volta.

A rua do albergue:

Europa_2008_317.jpg

A entrada do albergue:

Europa_2008_332.jpg

Ruas próximas ao albergue:

Europa_2008_318.jpg
Europa_2008_319.jpg
Europa_2008_321.jpg

A rua em frente ao mercado de peixes:

Europa_2008_350.jpg

O mercado de peixes da cidade. A maioria dos vendedores é espanhol e português.

Camarões:

Europa_2008_323.jpg

Salmão:

Europa_2008_325.jpg

Baleia defumada. 123 reais / Kg !!!

Europa_2008_326.jpg

Caranguejo-gigante:

Europa_2008_328.jpg

Lagostas:

Europa_2008_329.jpg

Barraca vendendo sanduíches de camarão e salmão:

Europa_2008_330.jpg

O sanduíche de camarão que comi !!!

Europa_2008_331.jpg

Salsicha de alce e de rena !!!

Europa_2008_352.jpg

Numa outra barraca, fomos atendidos por um português bem gente boa. Compramos dois potes de caviar (um preto e outro vermelho, de salmão). Cada um custou 40 coroas norueguesas (13 reais). Foi a primeira coisa que encontramos na Noruega mais barata que no Brasil !!! Passamos num mercado e compramos dois pães, que custaram 20 coroas (7 reais), ou seja, os dois pães custaram metade do pote de caviar !!!! Vai entender ?!

Voltamos pro albergue e fomos comer nosso pão com caviar. Eu nunca tinha provado isso, e gostei. Olhando assim, parece até pão com formiga !!!

Europa_2008_334.jpg

Depois disso, saímos de novo e fomos pegar o funicular que levava até o alto de uma montanha:

Europa_2008_335.jpg
Europa_2008_336.jpg
Europa_2008_345.jpg

A vista lá de cima era bem bonita. Mas a chuva e o frio não davam trégua.

Europa_2008_339.jpg
Europa_2008_340.jpg
Europa_2008_341.jpg

A prova do frio: 12 graus !!!

Europa_2008_348.jpg

O McDonald's da cidade, todo de madeira !

Europa_2008_349.jpg

Esta é a principal atração turística de Bergen: o Bryggen, um conjunto de belas casas medievais de madeira remanescentes do primeiro povoamento da cidade. É patrimônio histórico da UNESCO. Hoje são lojas de souvenirs.

Europa_2008_354.jpg
Europa_2008_357.jpg
Europa_2008_360.jpg

Passamos no Escritório de Turismo da cidade, na praça em frente ao mercado de peixes. Impressionante a estrutura montada para o turismo em Bergen. Pegamos vários folhetos sobre passeios nas redondezas, e compramos um pacote chamado "Norway in a nushell", que é um dos passeios mais conhecidos da Noruega. O passeio é de dia inteiro e faz a rota Bergen - Voss - Stalheim - Gudvangen - Flåm/Aurland - Myrdal - Bergen, passando por fjords e pela incrível ferrovia Myrdal - Flåm (uma das mais íngremes do mundo). Custou o equivalente a 300 reais.

Voltamos pro albergue e fomos nos arrumar pra night. Na sala do albergue, conhecemos um mexicano, um casal de poloneses, uma japonesa e um americano. Ficamos vendo um jogo na TV com eles, fizemos uma social e depois saimos pra procurar algum lugar pra tomar uma cerveja. No meio do caminho, começou a chover forte (novidade, né ?). O engraçado é que os moradores de lá parecem estar totalmente acostumados com a chuva, e não parecem se incomodar com isso. Muitos saem até pelas ruas sem guarda-chuva.

Procuramos, procuramos e como era domingo, só encontramos um lugar aberto, o Friday's. Estava bem vazio, só tinha umas gordinhas no balcão e mais algumas poucas pessoas. Estava passando Espanha x Itália pela Eurocopa, e todo mundo estava torcendo pela Espanha (que ganhou nos penalties). Tomamos duas cervejas.

CIMG0933.jpg

Saímos pra procurar outro lugar, mas não tinha mais nada aberto. Voltamos pro albergue antes das 23h e fomos dormir.

Publicado por alexpt 14:00 Arquivado em Noruega Comentários (0)

(Textos 1 - 5 de 8) Página [1] 2 » Próximo