Um blog do Travellerspoint

Maio 2009

Dia 11 - Las Vegas - San Francisco

overcast 12 °C

Acordamos às 10h e fizemos o check out. O Varela já tinha voltado pra NY, pois o vôo dele era mais cedo. Demos uma última jogada nos caça-níqueis do cassino do hotel. Quem sabe dessa vez a sorte grande não vinha ? Mas não foi dessa vez. Em menos de 5 minutos, a máquina já havia engolido com voracidade todas as moedas que eu tinha no bolso.

EUA_2009_634.jpg

Essa é a entrada do hotel:

EUA_2009_636.jpg

Fomos caminhando até o hotel Sahara, que tem a temática "Mil e uma noites". Andamos na montanha-russa do hotel, que é SINISTRA !!!. Ela sai de dentro do hotel, dá um loop, sobe 90 graus, e depois volta tudo de ré. Mas faz isso tudo numa velocidade altíssima ! Eu diria que todo o trajeto foi feito em menos de 30s. Já sai que nem um foguete. Maneiríssimo !!!

EUA_2009_641.jpg

Esse é um restaurante dentro do hotel, com estilo mourisco:

EUA_2009_642.jpg

Depois fomos na Stratosphere Tower, uma torre de 350 metros, que também é um hotel-cassino:

EUA_2009_639.jpg

A vista no topo dela é bem legal:

EUA_2009_647.jpg

O que é mais legal não é nem a vista, e sim os "brinquedinhos" que tem lá em cima, chamados de X-Cream e Insanity. Pelo nome vcs já podem imaginar como são. Os americanos inventam cada coisa... dá só uma olhada nisso:

EUA_2009_656.jpg
EUA_2009_657.jpg

Gravei estes vídeos também:

Não recomendo para quem tem medo de altura !!! Mas eu sobrevivi !!!

EUA_2009_658.jpg

Pegamos um taxi e fomos no nosso hotel comer no buffet, que era uma verdadeira pechincha: $13 com tudo incluído: saladas, comida mexicana, costelas com molho barbecue, massa, pizza, frituras, bebida e sobremesa. Pegamos nossas malas no depósito do hotel e partimos pro aeroporto de taxi. O motorista do taxi tinha algo de estranho: usava um chapéu esquisito e tinha uma cara de maluco. Quando entramos no carro, ele perguntou se a gente se importava se ele colocasse música alta. "Não", respondemos. Ele colocou imediatamente pra tocar "Dancing with myself" (Billy Idol) a todo volume, e começou a ficar, literalmente, dançando e dirigindo ao mesmo tempo. Uma figuraça !!! Quem mora no Rio sabe que os taxistas são malucos, contam piadas e histórias bizarras. Dizem que o carioca não vai nunca ao psicólogo, basta andar de taxi. Mas esse cara se superou. É o taxista mais louco que já vi na vida !!! Ao parar num sinal, ele saiu do carro e começou a fazer malabarismo !!! O pessoal que estava nos carros parados do nosso lado ficou todo tirando fotos e buzinando pro cara. Ao voltar pro carro, ele começou a contar uma piada que a gente não entendeu quase nada (inglês sinistro), e no sinal seguinte desceu de novo pra fazer malabarismo. Dessa vez eu gravei um vídeo:

Demos uma gorjeta boa pra ele, pois merecia. Ele no final se apresentou como "Dano, the clown", deu pra gente o cartão de visitas com o site dele, e disse que podíamos colocar o vídeo que gravamos no You Tube. Depois eu acessei o site (http://www.danotheclown.com/DanoAndTaxi.html) e descobri que ele é palhaço profissional !!! Só podia ser, heheh !

Embarcamos para São Francisco. 1 hora e 20 min de vôo depois, chegamos lá e já era noite. Incrível como o clima era totalmente diferente lá. Saimos de 35 graus de Las Vegas para congelantes 12 graus, e com um vento sinistro de frio. Pegamos o metrô e desembarcamos bem no centro da cidade, na estação Powell Street. Andamos alguns quarteirões, passando por ruas elegantes e limpíssimas, cheias de lojas de grife, e por uma praça muito bonita, até chegar ao nosso albergue (USA Hostel). A recepcionista americana era bem simpática, e adorou quando dizemos que somos brasileiros. Ela contou que esteve no Rio e adorou o carnaval. No nosso quarto conhecemos duas inglesas gatas. Fui com Novello comer num restaurante italiano muito bom em frente ao albergue, e depois fomos dormir, pois estávamos exaustos. Sem condições de rolar night !

Publicado por alexpt 15:00 Arquivado em Estados Unidos Comentários (1)

Dia 10 - Las Vegas

sunny 28 °C

Acordamos cedo (8:30h) pra fazer uma excursão ao Grand Canyon. Acordamos estragados da night de ontem, pois dormimos só 4h. Tínhamos que estar às 9h em frente ao hotel. Nosso quarto ficava num anexo atrás do prédio principal. Pra chegar na portaria, tinha que atravessar todo o cassino, o que dava uns 10 minutos andando. Fui andando rápido e o Novello ficou pra trás. Quando cheguei na portaria, o ônibus já estava lá, com a motorista impaciente olhando o relógio. Cadê o Novello ? Tinha ficado pra trás e sumiu ! Me identifiquei para a motorista, disse que meu amigo ainda estava vindo, e ela disse que esperaria mais 5 minutos somente. Entrei no cassino e fiquei procurando por ele em cada canto, mas depois de 5 min ele felizmente apareceu. O ônibus ainda parou em vários hoteis até chegar ao aeroporto de North Las Vegas, onde operam as empresas de teco-tecos.

O Grand Canyon fica no estado vizinho do Arizona. É possível ir de Las Vegas para lá de ônibus, mas são cerca de 6h de viagem, e fazer um "bate-volta" é muito cansativo. Por isso preferimos pagar mais caro e ir de avião.

Eu esperava que fosse um teco-teco bem do fajuto, mas era bem maior do que eu pensava. Era um bimotor com capacidade para uns 30 passageiros.

EUA_2009_542.jpg
EUA_2009_519.jpg

Sobrevoando um pequeno canyon, já próximo do Grand Ganyon:

EUA_2009_535.jpg

O Grand Canyon lá no fundo da foto, e a chuva caindo...

EUA_2009_537.jpg

O avião balançava pra caramba. Fiquei até meio enjoado. Foram apenas 40 min de vôo. Ao desembarcar, a surpresa: MUITO FRIO e chuva !!! Eu esperava um calorzão, até porque o Arizona é um grande desertão. O pior é que não havíamos levado casaco.

Um ônibus esperava o nosso grupo, de cerca de 30 pessoas. A guia era uma americana de origem indígena, bem simpática. Tinha traços fortes, lembrando muito uma mexicana. Metade do nosso grupo era de japoneses. Tinha uma outra guia japonesa no ônibus, que ficava traduzindo tudo que a motorista americana falava pra japonês. Ela parecia aquele ditador da Coréia do Norte, maior figura. O ônibus levou a gente pro Grand Canyon National Park, uma área enorme que tem vários pontos de observação. Primeiro paramos próximo a uma loja, onde compramos um casaco impermeável e uns souvenirs. O Novello falou que ia me esperar do lado de fora, e eu entrei na fila pra pagar. Quando saí da loja, cadê ele ? Procurei por todos os lados, e nada. E os japas também não estavam mais lá. Dei uma volta pelo lado de fora da loja, onde havia um ponto de observação do Canyon. A vista era maravilhosa, mesmo com chuva e vento.

EUA_2009_552.jpg

Uma casa típica dos índios Navajo:

EUA_2009_551.jpg

Dei uma caminhada pelo ponto de observação, que tinha uns 500m e dava pra ver o Canyon de vários ângulos. Aproveitei pra ver se achava o Novello, e nem sinal dele. Voltei pra loja, dei mais uma procurada, e nada. Resolvi voltar pro ônibus, mas aí veio o susto: cadê ele ??? Já tinha partido sem mim !!! Bateu o desespero. E agora ? Sem celular, sem passaporte ? Achei que fosse virar mendigo no Grand Canyon !!! hahahha. Já estava pensando no plano "B". Pensei em pegar um taxi e voltar pro aeroporto. Mas depois de uns 15 min, o ônibus apareceu de novo, só com a motorista. Ela me disse que "your friend was very upset and worried looking for you". hehehhe. O grupo estava num outro ponto de observação um pouco distante de onde eu estava. Fiquei conversando com a motorista, e ela me contou que nessa época chove muito lá. E que no inverno o Canyon fica todo nevado. Fiquei surpreso ao saber disso. Eu pensava que aquilo fosse um desertão sempre quente como o sertão nordestino. Ela adorou saber que eu era brasileiro, e disse que "you guys are very nice people". Tá bom, tá bom, ela deve falar isso pra qualquer um, de qualquer nacionalidade, só pra ganhar uma gorjetinha no final. Ainda mais que estava escrito num cartaz no pára-brisas, bem grande, "TIPS ARE WELCOME", em inglês e mais 5 línguas. Mas mesmo achei simpático da parte ela dizer isso.

Chegando no outro ponto de obsevação, a motorista falou que eu tinha 20 min pra ficar lá, e que o resto do grupo estava tirando fotos ali por perto. A vista nesse lugar era muito mais bonita. Fiquei impressionado. A natureza fez um belo trabalho ali.

EUA_2009_563.jpg
EUA_2009_567.jpg
EUA_2009_585.jpg
EUA_2009_588.jpg

Gravei esse vídeo com a paisagem estonteante do Grand Canyon:

Encontrei com o Novello, que já estava muito bolado com o meu "sumiço". Voltamos pro ônibus, onde devoramos o lanche que tinham dado pra gente na excursão, uma pequena maleta, bem no estilo "comida de avião". Acabei dando $10 de gorjeta pra motorista, pois se não fosse ela, eu não estaria aqui escrevendo isso, teria virado mendigo no Arizona !!!

Decolamos de volta pra Las Vegas. Tirei uma foto sobrevoando a cidade, com os cassinos da Strip láaaaaaaa no fundo:

EUA_2009_597.jpg

Ao desembarcar, muito sol e calor de novo.

Encontramos com o Varela no hotel. Ele tinha passado o dia na piscina do Wynn, que segundo ele bombou muito, com varias mulheres de topless.

Nos arrumamos no hotel e fomos de taxi pro hotel Luxor, que tem a forma de uma pirâmide, e tem uma réplica da Esfinge (como ela era assim que foi construída há 4500 anos) e do obelisco de Luxor na porta. IRADO !

EUA_2009_627.jpg
EUA_2009_603.jpg
EUA_2009_606.jpg

Assistimos no teatro do Luxor ao espetáculo do Criss Angel (http://www.crissangel.com), um mágico do Cirque du Soleil. Achei muito legal, mas o Novello e o Varela não gostaram. Saimos de lá, e fomos no Excalibur, que é um hotel em forma de castelo medieval. Comemos num mexicano lá dentro, e compramos umas cervejas numa loja. Uma das vendedoras era brasileira (baiana), bem simpática, e adorou conversar com a gente em português.

EUA_2009_612.jpg

Las Vegas à noite é fascinante. As luzes dos hotéis-cassino fazem daquela cidade uma espécie de terra encantada dos adultos, fazendo jus ao título de "America's playground". Era nossa última noite lá. Pra cada lado que eu olhava, ficava mais fascinado.

Essas foram as últimas fotos que tirei da Las Vegas Boulevard à noite:

Hotel New York. Repare na fachada com o Empire State Building, o Chrysler Building, a estátua da Liberdade, e uma montanha russa enorme na frente dele. Ela entra pra DENTRO do hotel !!! Não dá pra ver na foto, mas em frente ao hotel tinha também uma réplica menor da Brooklyn Bridge.

EUA_2009_616.jpg

Hotel MGM Grand:

EUA_2009_623.jpg

A temática do MGM é obviamente aquele famoso leão que aparece no início dos filmes. Dentro do hotel, no meio do cassino, tem uma jaula enorme de vidro com um leão !

O cassino do MGM é sensacional ! Acho que é o maior de todos que vimos. Sentamos num bar, pedimos uma cerveja e jogamos blackjack eletrônico. Explico: nos cassinos de Las Vegas são comuns os bares com balcões onde as pessoas sentam pra beber algo e jogar num monitor que fica embutido no balcão, funcionando com "touch screen". Eu apostei $10 e cheguei a ganhar $40, mas perdi tudo. O que é mais difícil do blackjack é saber a hora de sair. Você ganha um pouco, se empolga e quer mais e mais, só que começa a perder, perder, acha que vai recuperar o preju, mas quando você vê, já perdeu tudo !!!

O que me impressionou também nesse cassino é que ele tinha uma área dedicada somente para apostas esportivas (basquete, futebol americano, baseball, etc). Os cassinos mais requintados também tinham uma área reservada para os "high rollers", que são os jogadores que apostam alto. É como se fosse uma "área VIP". Os cassinos ficavam lotados o tempo todo. Tinha uns jogos de carta que eu não fazia a menor idéia do que era.

Esse cassino é tão grande que a gente se perdeu na hora de sair. Não sabíamos onde era a saída.

Gravei esse vídeo com a cena inesquecível de Las Vegas à noite, em frente ao hotel New York:

Entramos na fila da boate LAX, no hotel Luxor, mas tinha um povo meio 2a divisão, então partimos pra Studio 54, no hotel MGM Grand, que era bem maneira. A night não estava bombando tanto como a LAVO e a TAO, mas foi maneiro assim mesmo. Na verdade o que atrapalhou é que a gente estava um bagaço, porque dormimos só 4 horas pra poder fazer o "bate-volta" pro Grand Canyon. Haja red bull !!!

EUA_2009_630.jpg

Achei engraçado que na night em Las Vegas tem várias mulheres usando aquelas coroas de princesa, como algumas meninas usam no carnaval aqui no Brasil. E outras usavam véu de noiva. O Varela contou que Las Vegas é um destino comum para despedidas de solteiro, tanto de mulheres como de homens.

Eu e Novello estávamos na pista, e de repente fomos cercados por um grupo de gordinhas, sendo que uma delas estava de véu, e uma outra, com um "bráulio" de borracha na mão. Ela estava bebaça, e ficava passando aquilo na cara de todo mundo, berrando "suck ! suuuuuck !" Figura !!! Mandou a gente dançar no meio da rodinha delas, e depois puxou mais uns outros caras pra dançar junto, mó comédia !!!! A gente ficou até umas 3 da manhã lá, e partimos pro "berço" !

Publicado por alexpt 15:00 Arquivado em Estados Unidos Comentários (5)

Dia 9 - Las Vegas

sunny 31 °C

Acordamos às 10h, pois às 11h tinhamos que fazer o check-out. Ficamos só duas noites no Venetian, pois no fim de semana o preco dobra. Seriam 180 dólares por pessoa a diária, o dobro do que pagamos.

Fomos pro Hotel Circus Circus, um 3 estrelas. Que diferença (para pior !!!!) Realmente a vida tem altos e baixos, eheh ! Nosso quarto ficava num bloco de fundos, no térreo.

EUA_2009_440.jpg
EUA_2009_439.jpg
EUA_2009_437.jpg

O quarto não era ruim, mas não tinha nenhum luxo. Era um padrão equivalente ao dos hotéis Ibis. Pagamos muito barato, apenas 22 dólares por pessoa a diária. Mais barato que o albergue onde fiquei em Washington (24 dólares, isso com banheiro coletivo e quarto compartilhado com mais 5 pessoas). A temática do hotel era como o nome diz, um circo. Dentro dele tinha um parque de diversões indoor, que era enorme, incluindo uma montanha russa, um kabum e um cinema 4D. Tinha também um circo com diversos espetáculos de acrobacias. O cassino dele era grande também, mas era mais simples, não tinha o requinte dos outros hotéis.

Demos uma volta pela Strip, onde conhecemos o hotel Mirage, que tem um vulcão na frente. Em determinados horarios, o vulcão entra em erupção.

EUA_2009_445.jpg

Hotel Harrah's:

EUA_2009_446.jpg

O incrível Hotel Ceasar Palace, com a temática "Roma Antiga":

EUA_2009_457.jpg
EUA_2009_454.jpg
EUA_2009_449.jpg
EUA_2009_460.jpg
EUA_2009_451.jpg

Réplica da Fontana di Trevi, de Roma:

EUA_2009_452.jpg

Limousines são tão comuns lá que nem chamam a atenção. E tem adaptações de vários modelos. Essa por exemplo era uma limousine-caminhonete:

EUA_2009_443.jpg

O sensacional Hotel Bellagio, que aparece no filme 11 Homens e Um Segredo. Na frente dele tem umas fontes que em determinados horários à noite fazem o "balé das águas":

belaggio.jpg
EUA_2009_471.jpg
EUA_2009_473.jpg

Hotel Paris Las Vegas, com a fachada da Ópera de Paris, uma réplica do Arco do Triunfo e da Torre Eiffel (pode até subir nela).

EUA_2009_478.jpg
EUA_2009_485.jpg
EUA_2009_486.jpg

O interior desse hotel é uma atração a parte. Diversos bistrôs, boulangeries e brasseries.

EUA_2009_487.jpg
EUA_2009_488.jpg

Uma máquina de caça-níqueis gigante dentro do cassino do hotel Bally's:

EUA_2009_489.jpg

Voltamos pro nosso hotel pra tomar um banho, e fomos pro hotel New York. Fizemos um lanche lá (fast food) e demos uma volta por dentro do hotel, onde tem lojas e restaurantes com fachadas que imitam os prédios antigos de Manhattan.

Réplicas das construções antigas típicas de Manhattan:

EUA_2009_491.jpg

A tradicional sorveteria Ben & Jerry's:

EUA_2009_493.jpg

Réplica da Greenwich Street:

EUA_2009_495.jpg

Caça-níqueis do cassino:

EUA_2009_499.jpg

Fomos assistir no teatro desse hotel o Zumanity, um espetáculo do Cirque du Soleil MUITO MANEIRO !!!! Tem uma temática digamos "caliente". Além das acrobacias incríveis com umas meninas fazendo topless, o que surpreende é que é muito engraçado. Algumas pessoas da platéia foram convidadas ao palco, e várias piadinhas hilárias rolaram. No final, subiu no palco uma velhinha da platéia, que se empolgou e não queria descolar do bailarino !!

EUA_2009_494.jpg

Visitem o site, vale a pena!!! http://www.zumanity.com

Do lado de fora, esse hotel New York é muito bonito também. Tem a estátua da Liberdade, uma montanha russa, e os prédios onde ficam os apartamentos são réplicas do Empire State Building e do Chrysler Bulding. De noite, esse hotel por fora é maravilhoso.

EUA_2009_500.jpg
EUA_2009_503.jpg
EUA_2009_511.jpg

Ao lado fica o hotel Escalibur, que é um castelo medieval incrível.

EUA_2009_506.jpg

Esse é o hotel MGM Grand, o maior e mais novo de Las Vegas, e 2o maior do mundo:

EUA_2009_501.jpg

Jogamos um pouco de blackjack no cassino do MGM, e depois fomos pra night na LAVO, a boate do hotel Palazzo, que fica ao lado do Venetian. Night muito maneira também !!!

EUA_2009_516.jpg
EUA_2009_517.jpg
EUA_2009_518.jpg

Publicado por alexpt 15:00 Arquivado em Estados Unidos Comentários (3)

Dia 8 - Las Vegas

sunny 36 °C

Sol e calor de 36 graus. Isso depois de vir dos 13 graus de Washington. Visitar um país de dimensões continentais é isso !

Essa era a vista da janela do quarto:

EUA_2009_360.jpg

Fomos na farmácia Walgreens que tinha ao lado do hotel pra comprar nosso café da manhã, pois no hotel era pago (e caro). Sim, fomos comprar comida numa farmácia, algo perfeitamente normal nos EUA. Voltamos pro hotel, comemos e depois fomos dar uma volta pelo interior do hotel, onde há um andar inteiro imitando os canais de Veneza, incluindo aí as gôndolas e as pontes ! E o teto imita o céu, fazendo esquecer que estamos dentro de um edifício. Muito maneiro !

EUA_2009_362.jpg
EUA_2009_371.jpg
EUA_2009_372.jpg
EUA_2009_378.jpg

Gravei esse vídeo dentro do hotel, mostrando uma gôndola:

Isso é um "Oxygen Bar", a nova moda nos EUA. As pessoas sentam e, em vez de beber, colocam uns dutos no nariz, para ficar respirando "ar cheiroso". Dizem que relaxa e é anti-stress. Há controvérsias.

EUA_2009_365.jpg

Esse canal fica em frente ao hotel:

EUA_2009_408.jpg

Saimos pra dar uma caminhada pela Strip, como é conhecida a Las Vegas Boulevard. Esta é a principal avenida da cidade, onde ficam concentrados os principais hotéis-cassino.

Esse é o Fashion Show Mall, um shopping:

EUA_2009_384.jpg

O hotel Treasure Island, que tem a temática de piratas:

EUA_2009_386.jpg
EUA_2009_389.jpg
EUA_2009_390.jpg

Uma foto na Las Vegas Boulevard:

EUA_2009_394.jpg

Essa é a capela onde as pessoas, famosas ou anônimas, casam "de mentirinha". Foi aqui que a Britney Spears "casou" e dias depois "separou".

EUA_2009_404.jpg

Paramos numa agência de turismo, onde compramos o nosso passeio para o Grand Canyon (sábado). Compramos também umas cervejas pra aliviar o calor. Las Vegas e Nova Orleans são as duas únicas cidades americanas onde é permitido andar na rua consumindo bebida alcoólica. Ainda bem. Compramos também esse curiosa limonada de cranberry (com álcool):

EUA_2009_403.jpg

Como estava muito quente, resolvemos voltar pro hotel pra pegar uma piscina:

EUA_2009_419.jpg

De noite, fomos ver o show de piratas do Hotel Treasure Island:

EUA_2009_420.jpg

Fomos jantar no buffet all-inclused desse hotel Treasure Island, que era muito bom. Tudo liberado, incluindo bebida e sobremesa, por 22 dólares. O Varela chegou no hotel, vindo da Filadélfia. Voltamos pro quarto pra gente se arrumar pra night. Tinha que ir de camisa social e sapato.

Tirei essas fotos no lobby principal do nosso hotel:

EUA_2009_422.jpg
EUA_2009_423.jpg

Fomos todos pra night na TAO, que é uma boate maneiríssima que ficava DENTRO do nosso hotel. Dispensável dizer que não pegamos fila, e pagamos apenas 10 dólares pela entrada. Night muito maneira, BOMBOU !

EUA_2009_428.jpg
EUA_2009_433.jpg

Essa era a vista alucinante da varanda da boate para a frente do hotel:

EUA_2009_436.jpg

Ficamos lá até umas 4 da manhã e fomos dormir. Ao voltar pro quarto, contamos pro Varela que tínhamos comprado umas garrafas d'água e cerveja, e colocamos no frigobar do quarto pra gelar. Mas como o frigobar era pequeno e estava lotado, tivemos que dar uma "rearrumada" nele pra caber tudo. O Varela nos deu a má notícia: nos hotéis americanos, normalmente há um dispositivo eletrônico no frigobar que detecta se alguma garrafa foi retirada. Quando isso acontece, já debita automaticamente o valor da bebida na conta do quarto. Só que a gente tinha mexido em praticamente todas as garrafas do frigobar !!! Hahahah. Uma cerveja custava $6. E tinha umas coisas bem mais caras, como uma vodca Grey Goose. Depois a gente desenrolou na recepção e conseguimos cancelar esses débitos. Mas a gente podia pelo menos ter visto a placa colada na frente do frigobar:

EUA_2009_425.jpg

Publicado por alexpt 15:00 Arquivado em Estados Unidos Comentários (0)

Dia 7 - Washington - Las Vegas

overcast 20 °C

Acordei cedo pra aproveitar o último dia em Washington. Fui no 7-Eleven em frente ao albergue comer o meu tradicional sanduba de café da manhã, com um suco de cranberry. Dei uma volta pelas ruas próximas do albergue, que fica num bairro residencial de classe média só de casas e prédios baixos na periferia da cidade. O bairro é muito bonito e achei seguro. As casas são todas de madeira, sem nenhum tipo de muro, e as janelas não tem grades. Nos jardins era comum achar bicicletas largadas sem ninguém tomando conta por perto. Uma coisa curiosa é que a duas quadras do albergue fica a divisa do DC (District of Columbia) com a cidade de Takoma Park, no estado de Maryland. Mas é como se fosse tudo uma coisa só.

Uma das ruas próximas ao albergue:

EUA_2009_322.jpg

Esquilos e mais esquilos, o tempo todo !

EUA_2009_320.jpg

Peguei o metro e fui pro centro da cidade. Entrei na Biblioteca do Congresso, que é a mais bonita que já vi na vida. É impressionante por dentro !

EUA_2009_328.jpg
EUA_2009_329.jpg

Depois fiz um tour por dentro do Capitólio, que é o congresso americano. Havia uma fila enorme de turistas para entrar no edifício. Primeiro passaram um filme contando um pouco sobre o trabalho dos deputados e da história do congresso. Depois veio uma guia levando o nosso grupo (15 pessoas) para percorrer o interior do edifício, que é muito bonito. Visitamos um salão belíssimo, com pinturas antigas e várias estátuas de heróis americanos, cada um representando um estado.

EUA_2009_332.jpg

Não pudemos visitar a câmara dos deputados, pois era necessário o convite de um deputado para entrar nela.

Essa é a maquete do Mall, que é a "Esplanada dos Ministérios" de Washington. Repare na semelhança com Brasília:

EUA_2009_337.jpg

Saindo de lá, fui no monumento a George Washington, mas não pude subir, pois só tinha ingresso para 7 da noite, e essa hora eu já teria que estar no aeroporto. Fui para a Union Station comer um Gyro Pita.

Voltei pro albergue pra pegar minha mala e ir pro aeroporto, que fica em Dulles, no estado da Virginia. Peguei metrô até uma estação afastada (West Falls Church) e de lá tinha um ônibus que me levou até o aeroporto. Foram 3 horas de voo até Dallas, no Texas, onde encontrei com o Novello, que estava vindo de Durham (Carolina do Norte). Mais 3 horas de vôo até Las Vegas. Chegamos às 11 da noite. 30 graus de temperatura à noite !!! Que diferença para o frio de Washington. Ao esperar as bagagens na esteira, já percebemos que estavamos realmente em Las Vegas. Tinha várias maquinas de caça niquel NO AEROPORTO !!!

EUA_2009_338.jpg

Las Vegas é conhecida como "America's Playground", ou "World's Entertainment City", não apenas pelos enormes e numerosos cassinos, mas também pela vida noturna incrível e pelos numerosos teatros. Tudo isso foi construido no meio do deserto, no estado americano de Nevada, onde no verão a temperatura passa fácilmente dos 40 graus.

Pegamos um taxi pro hotel The Venetian, que ficava na Strip, como é conhecida a Las Vegas Boulevard, principal avenida da cidade. Ficamos impressionados com o hotel. É MARAVILHOSO ! Esse é um dos melhores 5 estrelas de Las Vegas. Além disso, esse é o 6o maior hotel do mundo em número de quartos (4.027), e o 4o maior de Las Vegas. Durante a semana é mais barato. Foram 90 dólares por pessoa a diária. Las Vegas e Paris são as cidades que oferecem o maior número de quartos de hotel no mundo. 15 dos 20 maiores hotéis do mundo ficam em Las Vegas. Com tamanha oferta, o efeito disso é que os preços são muito mais acessiveis. O maior hotel de Las Vegas é o MGM Grand, que é o 2o maior do mundo, com 5.690 quartos. Só para comparar, o maior hotel do Rio (Sheraton) tem 559 quartos. Em lugar nenhum do mundo se encontra um 5 estrelas como o The Venetian por 90 dólares. Esse com certeza é o melhor hotel que já fiquei na vida !! O quarto era SENSACIONAL ! Enorme, com dois ambientes (sala e quarto), duas camas queen size com lençóis de algodão egípcio (a melhor cama onde já deitei !!!), 3 TVs LCD com HDTV (uma de 42" no quarto, uma de 32" na sala e uma de 17" no banheiro), DVD, cortina que abre com controle remoto, sala com sofá em "L", banheira de granito, máquina de fax e xerox. Passava um mês fácil lá, com vida de rei !!!

EUA_2009_342.jpg
EUA_2009_340.jpg

O hotel é uma autêntica réplica de Veneza, como diz o nome. A fachada externa imita o Palazzo Ducale:

EUA_2009_351.jpg

Este é a Torre Campanile di San Marco, idêntica a que existe na Piazza San Marco de Veneza. Na frente dela está a Ponte Rialto, também idêntica.

EUA_2009_346.jpg

Ponte dei Suspiri:

EUA_2009_359.jpg

O cassino é enorme e estava lotado às 2 da manhã. Tem todos os tipos de jogos de carta que se possa imaginar, além dos tradicionais caça-níqueis.

Demos uma volta rapida pela parte de fora do hotel, tiramos umas fotos, e vimos tambem o Treasure Island, que é um hotel que fica em frente, com temática de piratas. Tem dois navios piratas atracados num lago artificial, e uma vila grega, com casas brancas de telhados azuis. Fomos jantar num restaurante do Treasure Island. Como já estava tarde e estávamos exaustos, não rolava night. Resolvemos ir dormir pra aproveitar melhor o dia seguinte.

Publicado por alexpt 15:00 Arquivado em Estados Unidos Comentários (2)

(Textos 1 - 5 de 36) Página [1] 2 3 4 5 6 7 8 » Próximo