Um blog do Travellerspoint

Dia 30 - Paris

sunny 24 °C

Acordei, e tomei café da manhã no bar do albergue, onde eu conheci uma galera do Rio: um cara e duas garotas que moravam em Londres e estavam em Paris a passeio. Uma delas soltou a seguinte pérola: "Pô, não vi nada demais em Paris. Esperava muito mais. Isso aqui não parece o Largo do Machado ?". Pas de comments !

Fui direto conhecer o Louvre, o museu mais famoso e mais visitado no mundo. São nada mais, nada menos que 8 milhões de visitantes por ano. Só para comparar, o Brasil recebe anualmente cerca de 5 milhões de turistas estrangeiros.

Por fora ele já impressiona: um belíssimo palácio com um pátio central, onde está localizada a famosa pirâmide de vidro, que é a entrada.

DSC01920.jpg
DSC01921.jpg
DSC01924.jpg

Esta é a entrada do museu. Mesmo sendo o museu mais visitado do mundo, hoje em dia não há mais filas, pois foi implementado um eficiente sistema de vendas de entradas com máquinas de auto-atendimento. Basta inserir o dinheiro na máquina, e o bilhete de entrada é emitido num instante.

DSC01975.jpg

O acervo do museu é formado por antiguidades, pinturas e esculturas. Tem de tudo: arte islâmica, grega, egípcia, romana, etrusca, e do renascimento. O museu é tão grande que é impossível ver tudo num dia só. As obras mais famosas são o Vênus de Milo (estátua grega de 130 A.C que representa a deusa Afrodite) e La Gioconda, a famosa pintura de Leonardo da Vinci, tambem conhecida como Mona Lisa.

Uma das salas com esculturas gregas:

DSC01957.jpg

Vênus de Milo:

DSC01959.jpg

Enorme galeria com pinturas européias:

DSC01963.jpg

O salão exclusivo onde fica a Mona Lisa. Fica sempre assim, lotado !!

DSC01964.jpg
DSC01971.jpg

Antes de ser museu, o Palácio do Louvre era um palácio real. Alguns aposentos do palácio foram preservados e podem ser visitados:

DSC01978.jpg
DSC01980.jpg
DSC01981.jpg

No lugar onde está o museu, havia uma fortaleza que foi construída no século XIII para defender a cidade. No subsolo do museu, os visitantes podem ver as fundações desta fortaleza.

Maquete da fortaleza:

DSC01953.jpg

Fundações da fortaleza:

DSC01955.jpg

Fiquei quase 4 horas no museu. Overdose !

Saí de lá e fui caminhando pela famosa Rue de Rivoli, que passa ao lado do Louvre. Ali perto fica o Centre Georges Pompidou, um complexo cultural com museu e biblioteca. Mas o mais interessante dele é a arquitetura futurista:

DSC01985.jpg

Do lado dele fica o magnífico Hôtel de Ville (Prefeitura). Repare na propaganda "Paris 2012". A cidade, em 2005, era candidata às Olimpíadas de 2012, mas posteriormente perderam a disputa para Londres.

DSC01986.jpg

Essas carrocinhas estão por toda a cidade, vendendo crepes, sanduíches e o típico croque monsieur, que é uma espécie de misto-quente com queijo gratinado por cima do pão, muito bom !!!

DSC01983.jpg

Olha que engraçado. Como 2005 foi o ano do Brasil na França, tinha verde-amarelo por todos os lados. Esta era a capa de uma revista que vi numa banca: "Special Brésil: ses photographies, ses paysages, ses top models, sa violence"... e estampando a capa, duas gostosas de biquini verde-amarelo. Faltou o índio com cocar e um jacaré.

DSC01987.jpg

No bairro do Marais, a Place des Vosges, que é a mais antiga praça de Paris, e na minha opinião, a mais bonita:

DSC01988.jpg
DSC01989.jpg

A Place de la Bastille (Praça da Bastilha). Aqui havia uma fortaleza medieval (a Bastilha) que servia de prisão. A queda (invasão) da Bastilha em 1789 desencadeou a Revolução Francesa.

DSC01993.jpg

A famosa catedral de Notre-Dame, localizada na Ile de la Cité, uma pequena ilha no Rio Sena.

DSC02006.jpg
DSC02007.jpg

Foi nesta ilha que nasceu Paris. Sob a praça, em frente a catedral, está a Cripta Arqueológica, com ruínas de edificações dos romanos que habitavam a cidade há 2000 anos.

A ilha vista de outro ângulo:

DSC02016.jpg

Esta é a Pont Neuf (Ponte Nova). Apesar do nome, é a ponte mais antiga da cidade, concluída em 1607. Ela liga as duas margens do Rio Sena e atravessa a Ile de la Cité:

DSC02019.jpg

O lago do Jardin de Tulleries, onde a cena clássica é ver parisienses e turistas sentados nas tradicionais cadeiras de ferro ao seu redor:

DSC02024.jpg

A Basílica de Sacré-Cœur, localizada no bairro de Montmatre.

DSC02026.jpg
DSC02029.jpg

Vista da cidade a partir das escadarias da basílica. Montmatre é um bairro que fica no alto de uma colina, e é famoso pela boemia, restaurantes, ateliês de artistas e feiras de antiguidades. Lembra Santa Teresa.

DSC02025.jpg

Um Bateau-Mouche levando turistas para um passeio pelo Rio Sena:

DSC02033.jpg

Um tradicional ponto de observação da Torre Eiffel: o Trocadéro. Detalhe: esta foto foi tirada às 22:20 e ainda não estava escuro !

DSC02042.jpg

Dei mais uma volta pelo agito da Champs-Elysses, onde fiz um lanche. Entrei na loja da Renault e da Peugeot, onde estavam expostos os últimos lançamentos. Peguei o metrô de volta pro albergue antes da 1h da manhã, pois não queria passar de novo pelo que tinha passado no dia anterior (ir andando 4Km de lá até o albergue).

O albergue parecia uma boate. O bar estava aberto, todo mundo bebendo e zoando também no pátio em frente ao meu quarto. Fiz uma social com a galera do quarto, onde estava um brasileiro (que havia conhecido de manhã), um alemão e um americano. Mesmo com barulho, estava tão cansado que caí no sono.

Publicado por alexpt 15:00 Arquivado em França

Envie por email este textoFacebookStumbleUpon

Índice

Comentários

A menina em questão era...loura?rs...

por Enaldops

Comments on this blog entry are now closed to non-Travellerspoint members. You can still leave a comment if you are a member of Travellerspoint.

Informe abaixo os detalhes da sua conta no Travellerspoint

( O que é isso? )

Se você não é ainda um membro do Travellerspoint, inscreva-se grátis.

Inscreva-se no Travellerspoint